quarta-feira, 20 de abril de 2016

Recife: Recife Antigo - Parte 2

E aí galera!

Curtiram a primeira parte do passeio pelo Recife Antigo? Num trajeto de nem dois quilômetros, vi uma porção de coisas legais, e ainda havia o que ver, mesmo próximo ao Marco Zero. Já eram duas da tarde e eu estava faminto: era comer de comer e comer bem (e, claro, num lugar clássico da cidade), pra recuperar as energias pro restante do passeio.

O passeio ainda reservava cenários como esse...

Além do almoço, ainda haviam atrações na região para se visitar antes do sol descer. Vamos pra segunda parte do passeio!


Almoço na Casa de Banhos (Bar do Dique)

Postarei mais adiante sobre alguns dos vários restaurantes que conheci em Recife, mas o Bar do Dique, sem dúvidas, é um lugar diferente. Lembra do barquinho que peguei para ir rumo ao Parque das Esculturas? Então, também é por ele que cheguei no local do meu almoço.

A Casa de Banhos, ou Bar do Dique.

A Casa de Banhos é um bar e restaurante que fica em um deck, que serve essencialmente frutos do mar (mas tem outras opções). Sem muito luxo, mas com muito sabor. Fui na moqueca clássica e não me arrependi: super bem servido e deliciosa. O restaurante funciona de segunda a quinta, 11h-16h, e sexta a domingo, 11h-17h30. Para mais informações, o telefone é (81) 3075-8776

Moquequinha com pirão... Não tem erro.


Museu Cais do Sertão

Juntamente com o Paço do Frevo, foi o meu museu favorito em Recife. O nome diz tudo: beirando o mar, o Museu Cais do Sertão tem a proposta de trazer o interior nordestino e toda sua vasta cultura para o visitante, e o faz com muita tecnologia e interatividade. Inaugurado em 2014, já é um dos destinos mais visitados na cidade. Não precisa saber muito do assunto pra imaginar que o rei do baião Luiz Gonzaga é a principal figura do museu.

O Museu Cais do Sertão.

O Cais do Sertão mostra todos os detalhes da vida no sertão: as vestimentas, as moradias, a música, os personagens, a comida... A cultura é muito rica e o museu aborda todos os aspectos, sempre de forma interativa. Destaco o "Túnel do Capeta", um túnel feito de espelhos e telas, onde sons do "coisa ruim" tentam assustar o visitante, bem legal. No segundo andar, oficinas de música e vídeos rolam pra quem quiser participar, até crianças. Ah, cortando o chão do museu, está representado o Rio São Francisco, o Velho Chico, muito bem pensado.

Uma geral do museu...

...o Túnel do Capeta... 

...e a vista do segundo andar.

O museu funciona de terça a domingo, das 11h-17h. O ingresso (inteira) sai por R$ 10, menos nas quintas, quando a entrada é franca!


Praça do Arsenal - Torre Malakoff

Pertinho do Marco Zero, a Praça do Arsenal da Marinha é outro importante ponto do Recife Antigo. Nos arredores desta praça, estão alguns destinos importantes da região, como o Paço do Frevo (falamos mais na primeira parte do passeio), o Teatro Apolo e a Torre Malakoff, além de diversos restaurantes.

 A Praça do Arsenal: explore seu entorno

Sem dúvidas o destaque da praça é a Torre Malakoff. O nome é de origem russa, em referência a uma das torres de uma antiga fortaleza na Crimeia. Ela serviu de observatório astronômico da Marinha por muito tempo, então a boa de lá é visitar o topo e curtir a vista. Rapaz, depois daquela moqueca no almoço, foi uma pequena guerra chegar lá em cima, mas fui bravo e resisti. E não me arrependi.

A Torre Malakoff...

...e um pouco do visual lá de cima. Valeu a pena?

Está aberto para visitação de terça a sexta, 10h-18h, sábados, 15h-18h, e domingos, 15h-19h. A entrada é gratuita!


Palácio Campo das Princesas

Um pouco mais afastado do Marco Zero, já saindo um pouco da região do Recife Antigo, está o Palácio Campo das Princesas, que é a sede do governo estadual de Pernambuco. Está situado na Praça da República, local que abriga outros prédios interessantes, como o Teatro Santa Izabel e o Palácio da Justiça (não é aquele dos Super Amigos, por favor!).

O Palácio, que infelizmente visitei em um dia ruim...

Foi reinaugurado, após grande reforma, em 2012, e está aberto a visitação nas quintas e sextas, 9h-11h e 14h-16h, e domingos, 10h-12h. Atenção: bermudas, shorts e minissaias e chinelos só são permitidos nos domingos, quando não há expediente no Palácio. A visita deve ser agendada no visitapalacio@governadoria.pe.gov.br ou (81) 3182-6694. Infelizmente não pude entrar, pois estive em Recife justamente no final de semana do velório do ex-governador Eduardo Campos. Ficou pra próxima.


Rua da Aurora

A Rua da Aurora é uma importante e charmosa rua, nas margens do Rio Capibaribe. Recebeu esse nome por ter suas construções viradas para o leste, onde nasce o sol. Além do visual do rio, ela abriga uma série de sobrados coloridos, que dá um aspecto muito legal (a foto que abre esse post é de lá). Já abrigou várias construções importantes, como a Prefeitura de Recife.

A Assembleia Legislativa...


...e uma das praças, nas margens do Rio Capibaribe.

Hoje, na Rua da Aurora, estão algumas construções de destaque, como o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), o lindo prédio da Assembleia Legislativa e o Cinema São Luiz, o mais antigo da cidade e que funciona até hoje.


O trajeto que fiz nessa segunda parte do passeio está no mapa a seguir, partindo do Marco Zero.


Da Rua da Aurora, peguei um táxi e voltei para Boa Viagem: ainda deu tempo de pegar uma praia e curtir o pôr-do-sol com uma água de coco... Mas sem mergulho, hein, lembrem-se dos tubarões! No próximo post, começarei a explorar uma das maiores paixões do povo recifense. Fiquem ligados!

Partiu!