quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Cancun - Dia 6: Tulum, Cenote Dos Ojos, Akumal e Señor Frogs!

Olá Pessoal,
No 6º dia de viagem, aproveitamos para fazer um passeio que o Álvaro oferece com exclusividade: Tulum + Cenote 2 Ojos + Akumal. Novamente acordamos cedinho e partimos pro passeio na van do Álvaro, novamente com a guia Mariana e um grupo de brasileiros.

- Tulum:
Primeiramente, fomos a Tulum, que é um sítio arqueológico de uma antiga cidade muralhada dos maias e situa-se ao longo da costa do mar. Por também ser parte da cultura maia, há algumas semelhanças arquitetônicas com Chichén-Itzá mas ainda sim tem muita coisa nova. Enquanto o passeio por Chichén-Itzá gira em torno da pirâmide e seus significados, Tulum nos ensina o dia-a-dia dos maias, como funcionava sua complexa sociedade e como se aproveitavam do clima e solo da região. Além disso, a cidade fica na beira do Mar do Caribe, então imaginem o visual. MUITO calor e, novamente, as sombrinhas oferecidas pelo Álvaro salvaram a gente.

Em Tulum, também tinha um guia local explicando os detalhes de cada parte arqueológica e como os maias viviam. Apesar de falar espanhol, é tranqüilo de entender. Logo depois, tivemos um tempo para andar e tirar lindas fotos. Apesar de estar à beira do mar, a parte da areia é bem pequena, e por isso, a nossa guia Mariana não nos recomendou ficar na praia (que já estava bem cheia por sinal). Até porque, já iríamos para o próximo passeio que era de água gelada, ou seja, iríamos nos refrescar dentro de poucos minutos no Cenote Dos Ojos.

- Cenote Dos Ojos:
Pegamos novamente a estrada e, por uma estrada de terra bem esburacada, chegamos no Cenote. Lá, há uma barraca com roupas de neoprene e coletes para vestir, porém as roupas são poucas, bem pequenas e não estão em boas condições. É um pouquinho de sacrifício vesti-las. Quem agüenta o frio legal nem usou. Depois de tanto suar colocando a roupa, finalmente descemos por uma trilha e chegamos no Cenote 2 Ojos. Este é bem diferente do Cenote Ik Kil como falamos no passeio do 2º dia, pois parece uma caverna, com diversas estalactites e bem escura, de modo que nadamos com ajuda de lanternas (também cedidas pelo Álvaro). Se quiser explorar a caverna, há uma galeria chamada “Caverna dos Morcegos” que, como o nome diz, é habitada pelos mamíferos voadores. A entrada é bem estreita e chegamos lá com a guia, tendo cuidado para não bater nas estalactites. A Grazi, digamos, não é amante de morcegos e ficou com bastante medo deles, principalmente por que é irresistível entrar lá e não mirar a lanterna neles hehehe... Ela esperava um pouco mais desse passeio, até pelas imagens que vimos no Google, porém vale muito a experiência por ser algo bem diferente!

       

- Akumal:
Na terceira e última parte do passeio, pegamos a van e fomos para a Praia de Akumal. Almoçamos por lá (bem tarde, por sinal) no restaurante Lol-Ha e aproveitamos para dar um mergulho (com coletes, pés de pato e snorkel, cedidos pelo Álvaro). A praia parece ser como qualquer praia de Cancun: águas claras... Mas foi o único lugar em que mergulhamos com tartarugas marinhas e arraias selvagens! Eram muitas tartarugas, tiramos fotos e mais fotos. Foi bem difícil, o que elas tem de lentas fora d’água, sobra de agilidade nadando hehehe... O mar calmo como uma piscina, ou seja, foi muito bom o mergulho! Já anoitecendo, voltamos para o Hyatt para sairmos pela noite.


- A noitada:
De noite, saímos para conhecer o famoso Señor Frogs! Ele tem o mesmo jeitão dos outros bares de Cancun: muita diversão, bebida pra caramba nos famosos longos copos... Como praticamente todos os bares por lá, tem uma lojinha vendendo tudo quanto é tipo de produtos com os sapinhos que ilustram o local. As bebidas por lá vem em três tipos de copos: o comum (que você não leva pra casa) e os de brinde Yard (812 mL) e Palmera (638 mL). Como não podia deixar de ser, os drinks são ótimos! Experimentamos o Mother Margarita e o Big Frog’s, os dois aprovadíssimos! Pra comer, pedimos Quesadilhas. É claro, que rolou muita cerveja mexicana e até funk brasileiro tocou por lá!
Porém, o melhor dia do Sr Frogs pelo que dizem é nas noites de quartas-feiras, pois há animação com pintura, e aí, no escuro tudo brilha, o que torna a noite com muitas brincadeiras. Quem tiver a oportunidade vale a pena. Nós não fomos na quarta pq preferimos ir no Cocobongo para comemorar o aniversário do Guga.

Voltamos pro Hyatt para, infelizmente, nosso último dia cheio em Cancun. Amanhã: passeio no parque Xel-Ha!

Partiu!