quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Ciudad de Panamá - Dia 1: Country Inn, Albrook Mall e La Posta!

E aí galera!!

Foi muito bom enquanto durou. Chegou nosso último dia de Cancun. Final de uma semana maravilhosa, com a certeza de que todo investimento valeu muito a pena! Falamos muito dos passeios, das praias, parques, cenotes... E as compras? Pra fechar essa lacuna, demos início à nova fase de nossa viagem: Panamá! No México, compramos apenas algumas lembranças do local e muita tequila! Acordamos cedinho, pegamos o transfer pro Aeroporto (chegamos com 3 horas de antecedência, aconselhamos a fazerem o mesmo), fizemos um lanche no Johnny Rockets – pedimos o “The Original”, um sandubão de lá – e, por volta de meio-dia, partimos de Copa Airlines para Ciudad de Panamá, no Aeroporto Internacional Tocumen.

Chegando lá no meio da tarde, nos hospedamos no Hotel Country Inn El  Dorado (Av. Miguel Brostella, 231 – Bairro de El Dorado). O hotel, claro, não chega aos pés dos palácios que vimos em Cancun, mas tinha tudo que precisávamos – inclusive o Wi-Fi gratuito que não conseguimos no México e serviço de quarto do TGI Fridays, que fica colado no hotel (tem até uma passagem por dentro do hotel) e bem ao lado de um Cassino, que falaremos mais na frente.



Deixamos as malas no quarto e fomos atrás de um taxi rumo ao maior shopping do país: o Albrook Mall.
Pegar o taxi foi uma aventura a parte: chuviscava naquela tarde, não havia pontos por ali e os que passavam, estavam cheios ou não paravam. Quando um finalmente parou, ainda levou mais uma pessoa desconhecida junto no carro, o que é normal por lá. Essa foi a primeira vez nas nossas vidas que dividimos taxi. Enquanto os dois conversavam em uma mistura de espanhol com inglês (conhecida por lá como “spanglish”) em alta velocidade, de modo que não entendíamos absolutamente nada, pegávamos um belo trânsito, bem característico do local. Aliás, o trânsito por lá é uma verdadeira loucura, não aconselhamos alugar carro. Lá, a preferência é de quem tem mais coragem, então é melhor não arriscar!! Até porque, o taxi no Panamá é super barato, nessa vez, demos 3 dolares e ainda recebemos troco! Nem acreditamos nisso!
Chegando no Albrook Mall, partimos pra gastança. Destaque pras lojas da Tommy Hilfiger e, principalmente, Polo (50% de desconto na loja inteira) e Adidas. Mas atenção: o shopping e quase tudo na cidade fecha por volta das 20h. Ou seja, levamos um baita susto e fomos embora do shopping.

- A noite:
Do shopping, fomos direto pro restaurante La Posta, que achamos na Internet com ótimas referências. O lugar é bem fino, muita gente arrumada, um requinte só! Pedimos um Camaronês en Hamaca con Patacon al ajillo de entrada, e um Risoto de Frutos do Mar e uma Carne com batatas recomendados pelo garçom. Nós dois bebemos refrigerante e, na hora da conta... 50 e poucos dólares! Sim, a comida lá é MUITO barata, não pagaríamos menos de R$100 aqui no Brasil em um restaurante qualificado com uma refeição daquelas NUNCA! No caminho de volta pro hotel, avistamos uma churrascaria brasileira chamada “Os Segredos da Carne”. Não fomos pra lá, mas pode valer uma visita!

Grazi e eu desmaiamos no hotel pra, no dia seguinte, fazermos o city-tour pela Ciudad de Panamá. Bom, já que estávamos em um novo país, além das compras, por que não conhecer um pouco mais? No próximo post, mais sobre o Panamá!

Partiu!