terça-feira, 1 de maio de 2012

Museu Egípcio de Curitiba

E aí galera!

Vamos começar a destrinchar com mais detalhes todos os destinos em que fizemos check-in na rápida, mas proveitosa, viagem pra Curitiba. Como ficamos alojados no bairro de Bacacheri, nossa primeira parada foi por ali mesmo. O Museu Egípcio, fundado em 1990, é parte de um grande complexo da Ordem Rosa Cruz, uma fraternidade mundialmente conhecida e criada com o intuito de prestar auxílio à evolução espiritual da humanidade e, como parte disto, divulga a cultura egípcia por meio deste Museu.

Entrada do Museu Egípcio

A gente se encanta antes mesmo de entrar no prédio: além dos enormes portões que dão acesso ao local, enfeitados com estátuas de esfinges e sarcófagos, os enormes jardins são absurdamente bem cuidados, tudo limpinho e florido. Antes ou depois da visita, vale um passeio pelo bosque que circunda o prédio.
  
 Pré-Câmara da Sala da Múmia: as paredes contam um pouco da história dela.


Lá dentro, muita informação. Além da mostra de réplicas de instrumentos e outros objetos egípcios em que originais estão expostos em museus nos EUA e Europa, o Museu Egípcio conta ainda com uma das únicas múmias originais expostas no país, chamada de Tothmea. A sala onde ela está exposta tem temperatura e umidade controladas e o Museu na permite fotos, mesmo sem flash. Mais do que a curiosidade de se ver uma múmia de verdade, é se conhecer todos os eventos que envolvem o tema “Morte” na vida dos egípcios. Antes da câmara onde está a múmia, há uma ante-câmara com diversas pinturas em suas paredes e teto que contam a vida da pessoa. Anúbis, o Deus da Morte, também aparece em diversas partes do Museu.

Esfinge do lado de fora do Museu!

Além da exposição fixa, há também algumas temporárias que podem ser conferidas no site do Museu. Visitações guiadas também podem ser marcadas. O funcionamento é de segunda a sexta, de 8h até 17h30 e sábados, de 14h30 até as 17h. A visitação é gratuita!

Jardins do Museu: tudo muito bem cuidado!

E aí? Que tal aprender um pouco mais sobre o Antigo Egito?

Partiu!