quarta-feira, 4 de julho de 2012

Curitiba: Museu Oscar Niemeyer e o Parcão

E aí galera!

Depois de tantos destinos em Curitiba, ufa! Chegamos ao nosso último post sobre a nossa primeira visita à capital paranaense. Pelos posts anteriores, podemos notar que Curitiba é uma cidade grande que está intimamente ligada com a natureza e o verde, mas também com a cultura não só brasileira, mas do mundo inteiro. O nosso último destino tem tudo a ver com cultura e é um dos símbolos da cidade: o Museu Oscar Niemeyer!

 Museu Oscar Niemeyer, MON ou simplesmente Museu do Olho!

O MON, ou Museu do Olho como é chamado por motivos óbvios, foi aberto ao público em 2002. Anteriormente, o prédio abrigava secretarias do estado do Paraná. O projeto do renomado Oscar Niemeyer e as reformas necessárias custou cerca de US$14 milhões que hoje refletem um dos mais modernos museus do Brasil. As exposições em cartaz podem ser conferidas no site oficial do MON. Mesmo que você não seja uma pessoa que curta esse tipo de passeio, o próprio prédio em si já é um ponto turístico que vale visita! Cercado por um lago e, como de costume, muito verde, o simples ato de passar a tarde por lá já é um programa bacana.

As várias empresas parceiras do MON. 

Pra quem quer curtir as exposições, o MON funciona de terça a domingo, com venda de ingressos até as 17h30. O preço da entrada é apenas R$4,00 com meia entrada para professores e estudantes. Menores de 12 anos e maiores de 60 não pagam.

Lago que circunda o MON: como sempre, tudo bem cuidado e lindo!

Esse cenário externo do Museu do Olho acabou criando outro pequeno ponto turístico! Um pequeno bosque nos fundos do MON, aos domingos, transforma-se no que os curitibanos costumam chamar carinhosamente de Parcão! Nada muito complicado: o pessoal que curte cachorros leva seus amiguinhos pra um grande encontro canino onde o objetivo é soltar os cachorros (literalmente) e conhecer pessoas. (Entenderam o trocadilho? Parcão? rs). O mais incrível é que mesmo no meio daquela cachorrada toda, nenhum deles ficou pulando em cima da gente. Até quem não é muito chegado vai gostar. Tudo com muita tranqüilidade, num clima familiar muito gostoso.

Grazi e dois amiguinhos que fizemos no Parcão!

E foi assim que terminamos nossa primeira viagem (notem o “primeira”, fato que voltaremos) para Curitiba! Nossas impressões, como podem ver nos posts, foram as melhores possíveis: uma cidade muito organizada e limpa em comparação com Rio de Janeiro e São Paulo, com atrações baratas/gratuitas, excelente comida e que tem uma boa estrutura para receber seus visitantes. A idéia do ônibus é sensacional e vale muito a pena para quem não tiver carro por lá. Por todo esse cuidado com seu visitante, Curitiba estará sempre na nossa listinha de destinos!

Esperamos que tenham curtido nossas dicas! Fiquem ligados no blog para um novo destino!

Partiu!