sexta-feira, 21 de março de 2014

Buenos Aires: Puerto Madero

E ai galera!

Antigamente, algumas cidades grandes litorâneas do mundo baseavam sua economia na atividade portuária. Com o passar dos anos e o crescimento urbano desordenado, essas áreas acabaram sendo degradadas, desperdiçando um grande potencial econômico. Entretanto, não é difícil lembrarmos cidades como Barcelona, Nova Iorque e o próprio Rio de Janeiro, que revitalizaram (ou estão revitalizando) essas zonas portuárias, transformando-as em pontos turísticos importantes. Buenos Aires também faz parte dessa lista e foi assim que surgiu um dos mais nobres bairros da capital: Puerto Madero.

A Puente de la Mujer, símbolo de Puerto Madero

Dono do metro quadrado mais caro de toda Buenos Aires, Puerto Madero hoje é um grande polo gastronômico da cidade e possui alguns dos melhores hotéis da capital, além de sedes de grandes empresas. Mas nem sempre foi assim. Desde o final do século XIX, o bairro passou por diversas tentativas de modernização até que no início da década de 90 surgiu o grande e bilionário projeto que culminou na Puerto Madero que temos hoje, sendo um case de sucesso para diversas outras cidades que tem planos de revitalização. Realmente, chegando lá, dá logo pra sentir a diferença: tudo perfeitamente limpo e bem cuidado, muito bonito.

 Passear por Puerto Madero é muito agradável e seguro

Talvez o principal símbolo de Puerto Madero seja a Puente de la Mujer (ou Ponte das Mulheres), uma linda ponte que corta o canal que outrora era o caminho para entrada no Rio da Prata. Sem dúvida um dos cartões postais de Buenos Aires. Mas me arrisco a dizer que, além do agradável passeio, o melhor de Puerto Madero são seus restaurantes: todos com a vista do canal e muito chiques (e com bons preços pra brasileiros e seus reais). Pudemos experimentar dois deles: o Cabaña Villegas e o Sorrento Restaurant. Os dois são bem finos e saem, em média e sem economias, uns R$70-80 por casal. Restaurantes do mesmo nível aqui no Brasil sairiam pelo menos o dobro disso. É a chance de fugir do típico "chorizo con papas fritas" que todo e qualquer restaurante de rua de Buenos Aires serve.

O Cabaña Villegas: ótima opção em Puerto Madero

Puerto Madero tem muita coisa pra oferecer, como o Navio Museu Fragata Sarmiento: uma antiga porém conservada embarcação do tempo das inúmeras batalhas entre Argentina e Inglaterra no século XIX. Não conseguimos visitar, mas o barco, que fica bem do lado da Puente de la Mujer, chama bastante atenção! Não importa como: dê um jeito e coloque uma visita ao bairro no seu roteiro, nem que seja somente pra jantar em um de seus ótimos restaurantes e dar um passeio pelo canal. Infelizmente só conseguimos passear por Puerto Madero pela noite, mas de dia deve ser lindo demais! O blog Fragata Surprise da Cynthia Campos tem fotos maravilhosas!

O Museu Fragata, num lindo dia em Puerto Madero (Foto: Fragata Surprise)

Por ser um bairro relativamente novo, as estações de metrô mais próximas ficam um tanto longe: Plaza de Mayo (Linha A) ou Leandro Alem (Linha B). Dá uns 20 minutos de caminhada de lá, não recomendo, ainda mais de noite. A melhor pedida, novamente, é o taxi. Se estiver jantando por lá, peça para o seu restaurante chamar o taxi na volta para o hotel para evitar esperar pelo carro na rua (apesar de parecer um local bem seguro).


No próximo post, vamos conhecer um cantinho verde de Buenos Aires que remete a um local que fica do outro lado do mundo!

Partiu!