segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Luque: Museu do Futebol Sul-americano

E aí galera!

Quem acompanha nosso blog sabe que já é de praxe que visitemos destinos esportivos por onde quer que a gente vá. Em Assunção, obviamente, não foi diferente e fizemos praticamente um tour completo pelo que há de melhor no assunto na cidade. Curiosamente, nosso primeiro destino não fica em Assunção, mas sim na cidade vizinha de Luque, a mesma que abriga o aeroporto internacional. Vem com a gente conhecer o que talvez seja o melhor museu esportivo das Américas: o Museo del Fútbol Sudamericano, ou simplesmente o Museu da Conmebol.

 O Museu da Conmebol, dentro do lindo complexo

Esclarecendo, a Conmebol é a organização responsável pelo futebol em toda América do Sul (com exceção das Guianas e Suriname, que disputam competições na América Central). Como se fosse uma FIFA do continente. É ela quem organiza, por exemplo, a Copa América entre seleções e as Copas Libertadores e Sul-americana, entre clubes. A entidade, que tinha sede móvel de 4 em 4 anos, fixou-se na cidade de Luque e montou uma estrutura absolutamente fantástica, que até contrasta com o resto do país. O complexo de quatro prédios abrange a sede administrativa propriamente dita, um Centro de Convenções, um luxuoso hotel da rede Bourbon e nosso objetivo do dia: o Museu. Anexo ao complexo, pode-se avistar o Centro de Treinamentos do Libertad, que por acaso é o clube de coração do antigo presidente da entidade, Nicolás Leoz.

Painel dentro do Museu: cada país com sua identidade

Fomos recebidos por um funcionário do Museu, que aparentemente abriu as portas do mesmo só pra gente, e prontamente nos perguntou de que país éramos e para qual time torcíamos. Ao respondermos “Flamengo”, logo veio a resposta: “Ah sim, campeão da Libertadores de 81, da Mercosul de 99, Copa Ouro de 96...”, enfim, mostrou que conhecia do assunto. Ele nos guiou por todo passeio, tirando dúvidas e contando curiosidades, tornando o passeio muito legal pra nós que curtimos futebol. Após passarmos por um enorme corredor cheio de flâmulas dos principais clubes do Brasil e dos demais países da Conmebol, chegamos à sala que homenageia as seleções. Um misto de futebol, cultura e história das dez seleções da organização, bem legal.

Mostra homenageando as dez seleções...

...e os detalhes da nossa Seleção!

Então chegamos à sala dos clubes campeões. Dezenas de totens, um para cada ano, homenageando os clubes campeões das competições interclubes sob chancela da Conmebol. Tudo com camisas, vídeos e muita informação. Pra quem curte futebol, dá pra investir pelo menos uma hora nessa sala facilmente, muito legal. Depois daí, fomos assistir um vídeo no cinema 180º do Museu. Lembram que tinham perguntado nosso país? Passaram o filme todo em português, contando a história de como surgiram as confederações nacionais de futebol na América do Sul e como a união delas culminou na Conmebol. Eu, que sou fissurado no assunto, aprendi muita coisa que nem imaginava!

Cada ano com seus campeões, demais!

Seu time, alguma vez, já jogo a Primeira Divisão no seu país? Então a flâmula dele está aqui!

Após mais um enorme corredor com flâmulas dos clubes sul-americanos, chegamos na última mostra do Museu: as principais taças das competições da Conmebol e também da FIFA. Desde as saudosas SuperCopa dos Campeões e Copa Mercosul até as tradicionais Libertadores e até mesmo a Jules Rimet, fantástico! A incrível estrutura e o cuidado com os detalhes tornaram esse passeio talvez a maior surpresa de nossa viagem.

O Hall dos Troféus!

A sempre desejada Copa Libertadores!

Uma informação importantíssima pra quem quer visitar o Museu da Conmebol: é preciso ligar pra lá com pelo menos um dia de antecedência e avisar que você quer visitar. A explicação disso eu vou ficar devendo, é inacreditável que um museu com essa estrutura toda não seja explorado como deveria. Pra vocês verem: nem site oficial do Museu existe. Bom, pra quem quiser ligar do Brasil, o número é 00-XX-595-21-645-781 (ramal 8). Como só descobrimos essa necessidade por lá, fomos na SENATUR (falamos um pouco dela AQUI) e ligaram pra gente!

A visita termina no lindo Centro de Convenções!

Tudo muito bem cuidado, parece novo!

Por ficar perto do aeroporto (logo afastado de Assunção), muita gente que está viajando de mochilão acaba optando por ir direto do aeroporto pro Museu, o que pode ser feito sem problemas – desde que o Museu seja avisado antes sobre a visita. Para quem vai de Assunção, o taxi sai mais ou menos o preço do aeroporto pro Centro. Um pouco salgado, mas vale muito a pena: dificilmente você verá um Museu sobre futebol com estrutura parecida no resto da América.



Nosso passeio futebolístico está só começando! No próximo post, fomos explorar o maior símbolo e verdadeira casa do futebol paraguaio. Fiquem ligados!

Partiu!