terça-feira, 20 de setembro de 2011

Próximo Destino: Morro de São Paulo!

E aí galera!

E finalmente temos um vencedor pra nossa enquete: nosso próximo check-in será em Morro de São Paulo (BA)!! Com 33% dos votos contra 26% de Campos do Jordão (SP) – que será o próximo destino após a ilha baiana – vamos mostrar o que vimos por lá e algumas dicas pra vocês aproveitarem esse belíssimo destino da Bahia! Foram apenas 3 dias por lá, mas suficientes pra valer muito a pena! Então vamos lá, para as informações mais básicas!

Morro de São Paulo é uma vila localizada no município baiano de Cairu, situado na ilha de Tinharé, na Baía de Todos os Santos, a 2 horas de Salvador (por via marítima). A pequena vila possui quatro lindas praias, denominadas pela ordem em que aparecem desde a chegada na ilha pelo pequeno cais: Primeira, Segunda, Terceira e Quarta Praia. A vila, apesar de possuir lindos hotéis e restaurantes, quase não tem ruas asfaltadas e é praticamente nulo o trânsito de carros por lá, o que dá um aspecto de “ilha deserta” muito legal, que relaxa qualquer turista estressado. O mar é calmo, águas quentes e transparentes, e rolam algumas atividades aquáticas como banana-boat e coisas do gênero.

Existem diferentes maneiras de chegar lá. A primeira, a mais usual e a que fizemos, é partir do Porto de Salvador, do ladinho do Mercado Modelo, pegar a catamarã diretamente para a vila. A viagem dura aproximadamente duas horas. E lá vai a primeira dica: se for viajar pela manhã, a viagem é muito light, com o mar bem calminho... Se for no final da tarde, a maré sobe e o mar sacode um bocado. Pra quem enjoa fácil, um Dramin e evitar de comer pouco antes da viagem ajudam. A viagem custa em torno de R$75 por perna e a empresa que fomos foi a Catamarã Biotur. A segunda maneira é ir de carro. No Porto de Salvador, você pega o Ferry-Boat (embarcação que leva carros) até o município de Itaparica e, de lá, ir pela estrada até Valença, que é a cidade no continente mais próxima de Morro de São Paulo. De lá, partem vários barcos e lanchas para Morro, por preços bem menos salgados (entre R$6 e R$7). Ou se você tiver mais bala na agulha, é possível pegar um táxi-aéreo direto do Aeroporto de Salvador até Morro. Dura 20 minutos e os preços variam. Vale uma pesquisa pra quem interessar: Addey Táxi Aéreo ou Aerostar Táxi Aéreo. Conheço pessoas que foram e adoraram.

Outra curiosidade: ao chegar em Morro de São Paulo, você será obrigado a pagar a chamada “taxa de turismo”, no valor de R$10. Por ser uma vila que praticamente não gera receita, já que os hotéis e as casas são quase todas particulares, é uma maneira da região se sustentar. Sem problemas, as maravilhas de lá valem muito mais do que as dez pratas. Depois de pagar, você será atacado por vários carregadores de mala (até por que a entrada da vila é uma ladeira MUITO íngreme). Ou seja, são moradores locais que carregam as malas até os hotéis através de um carrinho de mão. Negocie o preço antes de dar a mala, senão a facada é certa! Se o hotel não for muito longe (até a 2ª praia), dá pra você mesmo arrastar sua mala. Caso contrário, até vale a pena pagar.

Para você ter uma noção geral de Morro de São Paulo, aí está um mapa da ilha:






Mais informações importantes: não há bancos em Morro (apenas caixas eletrônicos do Banco do Brasil, Bradesco e uma lotérica; a maioria dos restaurantes, lojas e hotéis da vila aceitam cartão de crédito, mas pra quem quiser comprar artesanatos, é sempre bom ter um dinheiro na mão. A voltagem é 220 v. Mais informações, acessem o site oficial da vila.

No próximo post, nossa chegada e as primeiras impressões desse paraíso na Baía de Todos os Santos!

Partiu!