terça-feira, 18 de outubro de 2011

Campos do Jordão - Dia 2: Ducha de Prata, Pico do Itapeva e mais!

E aí galera!

O segundo dia começou com uma bela caminhada pelo centro, pelas ruas que ainda não tínhamos caminhado. Mesmo não sendo muito grande, ainda havia muito o que fazer!

- Passeio de Trem é uma ótima atração, pois sai dali de Vila Capivari e vai até Santo Antonio do Pinhal, no qual o trecho do bairro Alto Lajedo é o que chama mais atenção. Este passeio custa por volta de R$35 e dura 2h e meia, e por isso, não pudemos fazer, pois era nossa ultimo dia na cidade e preferimos fazer vários outros passeios pequenos do este. Mas há também um passeio de bonde, que percorre apenas a área urbana da cidade e dura aproximadamente 1h.

Decidimos então pegar o carro e conhecer outros pontos da cidade:

-Passeio a Ducha de Prata:
A Ducha de Prata em Campos do Jordão é formada por várias duchas artificiais que vislumbram os visitantes, nesta canalização desembocam águas vindas do represamento do Ribeirão das Perdizes.
Em meio à natureza exuberante da serra, as águas da Ducha deliciam os visitantes que podem utilizar plataformas de madeira para tomar banhos frios e saudáveis (só se estiver realmente muito calor – o que é difícil). O local é excelente para tirar fotos em meio às pedras e trilhas, ou simplesmente relaxar escutando o som das águas e dos pássaros.
Além das quedas d'água você encontrará ainda barraquinhas com produtos artesanais e souvenirs, para lembrar-se sempre de sua visita à Campos do Jordão.


- Palácio Boa Vista:
Residência de verão do Governador do Estado de São Paulo, além do mobiliário antigo, abriga um Museu com obras de artistas nacionais e estrangeiros. Pra quem gosta, é uma aula de História do Brasil. Nós olhamos apenas de fora.
Depois disso, decidimos ir seguir em frente e ir rumo ao Pico mais alto, apesar do dia estar com um sol fraco.

- Pico do Itapeva:
Uma das vistas mais privilegiadas da Serra da Mantiqueira podem ser apreciadas do Pico do Itapeva. Do alto de seus 2.030 m de altitude, é possível avistar 15 cidades do Vale do Paraíba.
A imagem é realmente linda, passa por dois grandes luxuosos Hotéis (Hotel Quatre Saisons e Hotel Castelo Home Green Home – Parecem verdadeiros castelos deslumbrantes). Vale muito à pena dar uma paradinha no canto da estrada e tirar belas fotos!


Seguindo em frente na estrada, a paisagem continua bela com muito verde.
Por ser um Pico muito alto, quando estávamos quase chegando ao topo, infelizmente devido ao tempo e a grande neblina, não conseguimos enxergar mais nada dirigindo e ficamos com medo de ter algum acidente por conta disso, e assim, preferimos voltar.
Mas o Pico do Itapeva (em indígena significa "Pedra Chata") é também uma oportunidade para se comprar doces, artesanatos e roupas em lã. Artigos como malhas, luvas e cachecóis são vendidos por pequenos fabricantes a preços convidativos.
O Pico é todo recortado por trilhas, onde os mais aventureiros encontrarão muita adrenalina em passeios a cavalo, moto, bicicleta ou mesmo uma saudável caminhada. Um lindo e tranquilo lago dá boas vindas aos visitantes que chegam, montando uma linda paisagem junto às árvores ao redor da margem.

A paisagem do alto do Pico do Itapeva é realmente surpreendente. O Vale do Paraíba se dobra aos pés do Pico, permitindo uma imagem panorâmica indescritível. Mas isso só é possível se realmente o céu estiver limpo.
Descemos o Pico e de lá, fomos para outros pontos turísticos, as fontes de água.
Campos do Jordão é reconhecida mundialmente por Estância Hidromineral.

- Fonte de Água Simão:
É um lugar simples, onde há saída de água. É uma fonte radioativa cloretada magnesiada cujas águas possuem propriedades terapêuticas para doenças estomacais.
Ela fica a caminho do Pico de Itapeva: rua da Fonte, 77 - travessa da Av. Sen. Roberto Simonsen.

Paramos ali para lavar o rosto e aproveitar o sossego, já que é um ponto em que não há praticamente turistas.
Além dessa fonte de água, há outras: Fonte da Amizade, Fonte Bica d' água, Fonte Renato, Fonte N.Sra. Graças. A mais conhecida é a Fonte da Água Santa, onde sua água é exportada para todo o Brasil através da Minalba que extrai a "Água pura da Montanha".

Depois de tantos passeios, caminhadas e compras, pegamos as malas na Pousada e fomos almoçar no Restaurante Hangar F-18., ele possui uma decoração temática militar como numa verdadeira base aérea.

No próximo post, falaremos dos outros passeios em Campos de Jordão que, infelizmente não deu tempo de fazermos. Mas com certeza, lá será um lugar no qual voltaremos mais vezes.

Partiu!