terça-feira, 25 de outubro de 2011

Campos do Jordão: o que NÃO fizemos!

E aí galera!

Mesmo sendo apenas dois dias de viagem em Campos do Jordão, deu pra fazer bastante coisa e aproveitar a Suíça Brasileira. Mas, claro, muita coisa ficou pra trás e deixou na gente aquela vontade gostosa de querer voltar! Nesse post, vamos listar alguns passeios que não pudemos ir, mas que recomendamos pra todo mundo!

- Fábrica da Baden Baden
A cerveja símbolo da cidade, além do barzinho e da loja temática, também oferece passeios pela fábrica. No passeio, podem-se conhecer os processos de fabricação dos inúmeros tipos da Baden Baden – desde a tradicional Cristal até os mais rebuscados Red Ale. O processo é praticamente artesanal, o que torna o sabor e a textura da Baden Baden
inconfundíveis para um bom admirador da bebida preferência nacional! O passeio custa apenas R$10 e funciona das 10h até as 17h, mas precisa de agendamento prévio que pode ser feito
pelo número (12) 3664-2004.

- Passeio de Trem pela Cidade
O tradicional passeio passa por alguns pontos antigos da cidade que valem o registro, como o Reino das Águas Claras (parque que traz obras em cerâmica, principalmente de personagens de
Monteiro Lobato, nascido na vizinha Taubaté), Estação Ferroviária Eugênio Lèfreve (tem um mirante de onde se pode avistar todo Vale do Paraíba), o Ponto Culminante
Ferroviário (o mais alto ponto ferroviário do Brasil, a 1743 metros de altitude) e o Parque do Capivari. O passeio custa R$15 por pessoa (ida e volta) com saídas de hora em hora. Ainda há outros trechos sem um cunho turístico que podem ser conferidos nas estações e pelos telefones (12) 3663-1531 e (12) 3644-7408.

- Horto Florestal
O parque é pra quem curte relaxar num cenário verde ao som dos riachos. Uma serraria movida por uma roda d’água, lojas de artesanato, orquidários, lagos, restaurantes, enfim, tudo pra passar um dia na boa e em contato com a natureza. No parque, existem algumas trilhas: Cachoeira do Galharada, Canhambora, Sapucaí, 4 Pontes, Campos do Timoni... A mais clássica é a Trilha
da Cachoeira Celestina. Nessa última, é preciso agendamento prévio com monitor pelo telefone (12) 3663-3762.

- Cachoeirismo
Apesar do frio que costuma rolar em Campos do Jordão, a cidade apresenta algumas quedas d’água que estão fazendo o cachoeirismo crescer por lá. Em destaque, a Cachoeira do Itapeva, a da Ferradura, o Cachoeirão do Piracuama e o Canyon do Cochim. A empresa Altus Turismo Ecológico organiza grupos para os passeios, basta ligar para (12) 3663-4122 e marcar seu passeio.

- Museu ao Ar Livre Felícia Leirner
Pra quem curte um programa mais cultural, o museu apresenta várias obras em bronze e granito
ao longo de um parque com muito verde e vários jogos de luz, o que deixam as peças ainda mais impressionantes. Há um caminho em que se podem acompanhar as estátuas em ordem cronológica e se pode conhecer mais sobre a artista que dá nome ao museu. Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h. Para mais informações, há o telefone (12) 3662-2334. A entrada é gratuita.

- Centro de Lazer Tarandu
É um grande centro de lazer em que o turista, mais uma vez, fica em contato direto com a natureza e pode participar de diversas atividades, desde Paintball, Trampolim, Arco e Flecha até trilhas, Mini Golf e Patinação no Gelo! Há também uma pequena Vila Hípica onde você pode aprender sobre adestramento e passear a cavalo! Funciona diariamente das 9h até as 17h. Entrada gratuita!

Há muito a se conhecer em Campos do Jordão, com certeza voltaremos lá. Enquanto esse dia não chega, vamos conhecendo mais do estado de São Paulo. Semana que vem estaremos saindo do interior e visitando a capital para um final de semana típico do paulistano: uma balada, um parque e, claro, os museus que fazem da maior cidade da América Latina uma capital cultural do país. Se liguem nos próximos posts!

Partiu!