segunda-feira, 28 de novembro de 2011

São Paulo: Mercado Municipal

E aí galera!

O Mercado Municipal de São Paulo (@MercadaoSPaulo), conhecido popularmente como Mercadão, é sem duvidas um passeio turístico da cidade. É uma referência por sua diversidade de excelência em aromas, cores e sabores como os de frutas, verduras, legumes, vinhos, queijos, chocolates, carnes, peixes, frutos do mar, aves, embutidos, temperos e outras opções encontradas, proporcionando ao cliente, além de toda essa variedade, a oportunidade de provar os produtos e comprovar a qualidade dos mesmos.

Uma das várias lojas do Mercadão! Tudo de muita qualidade!

Confesso que tinha diversos tipos de mercadorias, principalmente frutas, que eu nunca tinha visto e ouvido falar na vida. O item mais popular do Mercadão é o enorme e famoso sanduíche de mortadela ou pastel de bacalhau, que já viraram referência. Aliás, o sanduba de mortadela é um SENHOR sanduba, como vocês podem ver nas fotos. Fora o que encontramos dentro do Mercadão, também há o que ver do lado de fora: a arquitetura do prédio antigo é carregada de história.

O famoso sanduíche de mortadela! E esse não era um dos grandes!


O lado de fora do Mercadão, muito bonito!

Diversos restaurantes sofisticados de São Paulo chegam bem cedo por lá e compram suas mercadorias, pois lá realmente a qualidade é altíssima e há vários itens exclusivos! O horário de funcionamento é:

Para atacado: Segunda a sábado, das 22 às 6 horas.
Para varejo: Segunda a sábado, das 6 às 18 horas; e Domingos e feriados, das 6 às 16 horas.

Pitaya, uma das iguarias que encontramos no Mercadão!

Nós fomos no domingo e recomendamos, pois não estava cheio e deu pra ver tudo com tranqüilidade e até fazer um lanchinho rápido. Fica a dica do estacionamento: o Mercadão tem estacionamento próprio, mas está sempre lotado e forma-se uma fila de carros do lado de fora. Se houver a opção de transporte público ou táxi, é preferível para conhecer todo Centro. Mas não se enganem quanto ao trânsito da cidade no domingo: chegamos facilmente no Mercadão, mas a ida pro almoço após a visita foi braba! Tentamos visitar o Bairro da Liberdade, o mais famoso bairro nipônico do país, mas demos apenas uma passadinha por causa do congestionamento.

No próximo post, falaremos sobre mais um conhecido barzinho/restaurante de São Paulo: o Bar do Juarez!

Partiu!