sábado, 26 de outubro de 2013

São Paulo: MASP e Parque Trianon

E aí galera!

A Avenida Paulista, sem dúvidas, é um dos principais símbolos de São Paulo. Os enormes arranha-céus, as calçadas largas, os ótimos restaurantes nas proximidades, aquele monte de gente passando... E foi por ali, quase que no meio da Paulista, que está um famoso ponto turístico da cidade: em contraste com os altos edifícios, o Museu de Arte de São Paulo, ou o MASP.

 O lindo prédio do MASP, na Av. Paulista

O MASP é um dos símbolos da capital paulista, não só pelas exposições que abriga ou por seu prédio, conhecido pelo grande vão inferior, mas também pela importância histórica. Inaugurado em 1947, o MASP foi símbolo da disponibilização da arte para a população brasileira após a Segunda Guerra, em movimento capitaneado pelo artista paraibano Assis Chateubriand. Hoje, o Museu abriga a maior e mais especializada biblioteca de artes do país e obras de artistas mundialmente conhecidos, como Pablo Picasso, Claude Monet e Cândido Portinari – além de exposições temporárias.

No Subsolo 1, há uma lojinha do MASP

São tantas atrações em suas enormes galerias que uma pausa pra um lanche ou um almoço pode vir a calhar. Em seu primeiro subsolo, há a Cafeteria Nescafé MASP e, um andar abaixo, o restaurante UNI, que é um self-service padrão. Ganhamos um desconto pro UNI assim que compramos os ingressos na bilheteria – se informe para tentar um também! No mesmo andar da cafeteria, há uma lojinha do Museu.

Restaurante UNI, dentro do MASP

Visitar o MASP, mesmo durante a semana, é um excelente programa para quebrar um pouco a correria do escritório e das reuniões para caminhar por suas longas galerias. Atenção: fotos das obras são proibidas! Aberto de terça a domingo, das 10h-18h (nas quintas fecha às 20h) estando fechado apenas nas segundas-feiras, o ingresso custa R$15 (estudantes, aposentados e professores, devidamente identificados, pagam R$7) e dá direito a visitar todas as galerias do dia. Nas terças, a entrada é grátis para todos! É possível agendar visitas de grupos, mais informações pelo telefone (11) 3283-2585 ou agendamento@masp.art.br.

Saímos do MASP com mais um check-in feito e já demos de cara com outro cantinho muito interessante da Avenida Paulista. Do outro lado da rua, o Parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido como Parque Trianon (referência a um antigo clube que existia na área do parque), atraia famílias com crianças e empresários engravatados. Fomos lá conferir.

Entrada do Parque Trianon na Paulista

Particularmente achei a ideia do local bem interessante: se tratava de um cantinho verde no meio do cinza dos prédios, um recanto silencioso pra quem passa o dia no barulho sufocante da maior metrópole do país. Como diz a placa na entrada, “um pulmão verde da avenida símbolo da cidade de São Paulo”. As copas das árvores, altas e bem densas, acabam por te desorientar por alguns instantes e você simplesmente esquece que está bem no meio da Avenida Paulista. Além dos pequenos lagos e esculturas espalhadas ao longo do parque que possui 48600 m2 de área, também é curioso o fato do Trianon ser cortado pela Alameda Santos. Uma simpática ponte une as duas metades do parque.


 
 
Se você estiver passeando ou mesmo num horário de almoço na Av. Paulista, vale muito a pena visitar essa dupla. Chegar lá é bem simples: existe a estação de metrô Trianon-MASP (Linha 2 Verde) que te deixa na frente dos dois. O endereço do MASP é Avenida Paulista, 1578.
 

Exibir mapa ampliado

Partiu!