segunda-feira, 21 de abril de 2014

Buenos Aires: Feira de San Telmo

E ai galera!

Toda grande cidade que se preze tem sua feira de rua tradicional. Aqui no blog, chegamos a mostrar o Brique da Redenção, em Porto Alegre, a maior da cidade que acontece todos os domingos. Buenos Aires não fica atrás e também tem sua famosa feira de antiguidades dominical, que atrai locais e turistas de toda parte desde sua inauguração, em 1970: a Feira de San Telmo, no tradicional bairro de mesmo nome.

Bienvenidos a la Feria de San Telmo!

San Telmo pode ser comparado com o bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Um bairro antigo, que respira o ar boêmio e mantém sua arquitetura de prédios baixos com os clássicos parapeitos e muitos bares e restaurantes. É nesse cenário que acontece a mais famosa feira de rua da cidade. A Plaza Dorrego é o epicentro do mar de barracas que dão vida à Feira de San Telmo. A grande maioria do que vimos por lá são antiguidades de todos os tipos: louças, artigos metálicos, discos de vinil, roupas, enfim, tem de tudo. Tem muita coisa curiosa, vale o passeio pelas barracas mesmo que você não vá levar nada. Apesar das barracas não terem muito luxo, muitas aceitam até cartões de crédito (mas não sei dizer se é seguro - na dúvida, vá de pesos mesmo). Ainda antes da praça, a Calle Defensa já tem várias lojas interessantes.

Chegando pela Calle Defensa

Claro que uma feira tradicional argentina não estaria completa sem um show de tango, certo? No meio daquele mar de gente e barracas, naqueles poucos metros quadrados, um casal performa a mais conhecida dança do país e passando o chapéu para os visitantes - e vendendo seus CDs, claro.

Tango rolando solto na Feira de San Telmo

Ao redor da praça, casas de dois ou três andares abrigam ótimos bares e restaurantes - que não conseguimos comer neles por causa das grandes filas, então fica a dica: se quiser comer por lá, tente chegar mais cedo ou reservar (nem todos fazem). Outro empecilho na época foi o fato de muitos dos restaurantes - que eram até chiques - não terem ar condicionado, o que não é problema em épocas de frio. Na própria praça há bons locais como La Pérgola de San Telmo, Parrilla Coronel Dorrego e Amici Miei, além de outros locais bem falados em ruas próximas como o os bares El FederalPlaza Dorrego e o restaurante El Maipú.

Um pouco do que vimos por lá

Nós pegamos uma das mais quentes temporadas de Buenos Aires, papo de 40ºC, então sofremos um bocado com o calor. Recomendamos sempre um boné com protetor solar na mochila, além de calçados confortáveis (as ruas são de paralelepípedos) e, claro, sempre beber muita água.
 
A feira acontece no bairro de mesmo nome da feira, que fica bem próxima à Plaza de Mayo. Chegar em San Telmo é simples. A feira rola na Plaza Dorrego, entre as ruas Defensa e Humberto I, sempre aos domingos, de 10h-17h. A estação de metrô mais próxima é a San Juan (Linha C), que pede uma caminhada para chegar na feira.


No próximo post, vamos mostrar que uma viagem para Buenos Aires pode passar pelas fronteiras argentinas... Fiquem ligados!

Partiu!