sábado, 13 de julho de 2013

Curitiba: Rua 24 Horas

E aí galera!

Não é novidade que viajar é o nosso barato. A gente trabalha pra isso, pensando nisso. Agora, quando o trabalho te faz viajar, pode ser a chance de você conhecer aquele lugarzinho pouco falado que você dificilmente visitaria se estivesse de férias. A viagem a trabalho que fiz para Curitiba (que já tínhamos visitado antes) me deu apenas um final de tarde livre. Alguns colegas resolveram aproveitar o hotel e descansar. Mas eu não poderia fazer o mesmo né? Fui explorar, e explorando, conheci a Rua24 Horas.

 O relógio de 24 intervalos da Rua 24 Horas.

A Rua 24 Horas nada mais é que uma galeria no Centro de Curitiba que liga as ruas Visconde de Nácar e Visconde do Rio Branco, repleta de restaurantes, barzinhos e algumas lojinhas. Era tudo que eu precisava depois de um dia de trabalho. Sua arquitetura lembrava muito a da Ópera de Arame e também da estufa do Jardim Botânico de Curitiba. Fui pesquisar e na mosca: um dos arquitetos da Rua 24 Horas foi Abrão Assad, o mesmo que projetou a estufa!

Lembra muito o Jardim Botânico de Curitiba, né?

Apesar do nome, o comércio na rua não funciona o dia todo. Já funcionou durante alguns anos após sua fundação, em 1991, mas o nome e o charme de seus arcos e seus dois grandes relógios (com 24 marcações de horas, e não 12 como os relógios convencionais) ainda atraem bastante gente, seja pra fazer um lanche, ou tomar um chopp com os amigos.

Muita gente curtindo uma cerveja com os amigos...

A mensagem é essa! =)

Foi um cantinho de Curitiba que não encontrei em muitos guias e que, graças à esse espírito explorador, acabei descobrindo. Aconselho a todos que procurem fazer o mesmo nas viagens de trabalho: depois da obrigação, sem preguiça no hotel! Vá explorar!



Partiu!