segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Salvador: Ilha dos Frades e Itaparica

E aí galera!

Vimos no nosso passeio no Centro Histórico de Salvador a linda vista do Elevador Lacerda, de onde contemplamos a enorme Baía de Todos os Santos. Já tínhamos visitado a linda Morro de São Paulo, que é um pouco fora da baía, mas resolvemos explorar o que aquelas águas mornas e calmas tem a oferecer. Nesse post, vamos mostrar duas das várias ilhas baianas: a Ilha dos Frades e a Ilha de Itaparica.

 Buscávamos paz e sossego. Encontramos!

Novamente, assim como no passeio para a Praia do Forte (relembre os posts aqui e aqui), aproveitamos os serviços da Privê Tur, que nos levaram até o Porto de Salvador, ali coladinho com o Mercado Modelo para embarcar na escuna que nos levaria para as ilhas. O passeio de barco em si é bem turistão: aquela bandinha barulhenta tocando pagodes da década de 90, alguns gringos curtindo uma caipirinha, enfim. No final das contas, o sofrimento musical não foi nada perto do que vimos nos nossos destinos de hoje.

A Baía de Todos os Santos, ainda no Porto de Salvador

"E as estrelas lá no céu, eu vou buscaaaar..."

Ilha dos Frades

A ilha, que desde 1982 é uma reserva ecológica, chama a atenção justamente pelas belezas naturais e o pouquíssimo impacto do homem por lá. Ambiente ideal pra passar o dia na praia, tomando aquela água de côco e esquecer da vida. Uma das únicas atrações construídas pelo homem na ilha é a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, de onde se tem uma bela vista da ilha e da Baía de Todos os Santos.

Estátua de Yemanjá

Um pouco da vista da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe

Apesar de possuir uma boa estrutura de bares e restaurantes, a ilha não possui hotelaria. Quem quiser esticar a estadia por lá, a opção é acampar na ilha ou se hospedar em Salvador ou Madre de Deus, de onde partem barcos diariamente.

Itaparica

Bem diferente da pequena Ilha dos Frades, Itaparica é a maior ilha da Baía de Todos os Santos e compreende dois municípios: o de Itaparica e Vera Cruz. O acesso pode ser tanto por via marítima quanto rodoviária, este pelo Estreito do Funil (rodovia BA-001).

Chegando em Itaparica... Praia deserta...

Apesar de bem maior e mais estruturada, as atrações de Itaparica são basicamente as mesmas da Ilha dos Frades: praias paradisíacas com águas clarinhas e super tranquilas para o banho, já que uma grande barreira de corais quebra as ondas e tornam a praia uma verdadeira piscina. Dentre as principais praias, estão Ponte de Areia, Berlinque, Cacha-Pregos, Aratuba, Conceição, Penha e Tairu. Aliás, as praias são tão bonitas que até um resort da rede Club Med foi aberto na ilha. Caso haja alguma necessidade especial, o centro comercial da ilha, conhecido como Mar Grande, fica em Vera Cruz.

Alguns preferiram passear a cavalo pelas desertas areias...

...mas a gente ficou curtindo o visual mesmo.

Nosso almoço foi no Hotel Kirymuré, que fica quase no extremo norte da ilha, na Praia Ponta de Areia. Não chegamos a explorar o hotel em si, mas curtimos o buffet e, claro, descansamos da refeição a pouquíssimos metros do mar. Bom demais...

Grazi e uma baiana original

O passeio foi bem bacana pra sair da agitação clássica das praias de Salvador e buscar silêncio e paz nas praias das ilhas baianas. Há várias outras para se explorar, mas a Ilha dos Frades e Itaparica atenderam bem o que buscávamos.


Nosso próximo post será, digamos, delicioso! Fiquem ligados!

Partiu!